terça-feira, 12 de março de 2013


Ensinar exige a corporeificação das palavras pelo exemplo: Quem pensa certo está cansado de saber que as palavras a que falta corporeidade do exemplo pouco ou quase nada valem. Pensar certo é fazer certo.   "Paulo Freire"

- Ensinar exige estética e ética :

Não é possível pensar os seres humanos longe, sequer, da ética, quanto mais fora dela. Estar longe ou pior, fora da ética, entre nós, mulheres e homens, é uma transgressão. É por isso que transformar a experiência educativa em puro treinamento técnico é amesquinhar o que há de fundamentalmente humano no exercício educativo: o seu caráter formador. Se se respeita a natureza do ser humano, o ensino dos conteúdos não pode dar-se alheio à formação moral do educando. Educar é substantivamente formar. Divinizar ou diabolizar a tecnologia ou a ciência é uma forma altamente negativa e perigosa de pensar errado. De testemunhar os alunos, as vezes com ares de quem possui a verdade, um rotundo desacerto. Pensar certo, pelo contrario, demanda profundidade e não superficialidade na compreensão e na interpretação dos fatos. Supõe a disponibilidade à revisão dos achados, reconhece não apenas a possibilidade de mudar de opção, de apreciação, mas o direito de fazê-lo. Mas como não há pensar certo à margem de princípios éticos, se mudar é uma possibilidade e um direito, cabe a quem muda - exige o pensar certo - que assuma a mudança operada. Do ponto de vista do pensador, não é possível mudar e fazer de conta que não mudou. É que todo pensar certo é radicalmente coerente.

Paulo Freire 

"Curiosidade humana vem sendo histórica e socialmente construída e reconstruída. Precisamente por que a promoção da ingenuidade para a criticidade não se dá automaticamente, uma das tarefas precípuas da prática educativa-progressista é exatamente o desenvolvimento da curiosidade crítica, insatisfeita, indócil. Curiosidade com que podemos nos defender "irracionalismos" decorrentes do ou produzidos por certo excesso de "racionalidade" de nosso tempo altamente tecnologizado. E não vai nesta consideração nenhuma arrancada falsamente humanista de negação da tecnologia e da ciência. Pelo contrario é consideração de quem, de um lado, não diviniza a tecnologia, mas, de outro, não há diaboliza. De quem a olha ou mesmo a espreita de forma criticamente curiosa."
Paulo Freire

Às vezes me ponho a pensar os porquês de tudo...as razões... os sentidos... as fraquezas.. os desânimos..a coragem... o medo... a luta...enfim  a vida ... isso tudo é vida...vida que foge e aproxima de mim deixando marcas boas e ruins...mas ainda é vida e ainda quero viver perto de pessoas que tanto amo!!! 

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Sentimentos...Mário Quintana


Na convivência, o tempo não
importa. Se for um minuto,
uma hora, uma vida. O que
importa é o que ficou deste
minuto, desta hora, desta vida.
Lembra que o que importa é
tudo que semeares colherás.
Por isso, marca a tua passagem,
deixa algo de ti, do teu minuto,
da tua hora, do teu dia,
da tua vida.

_Mário Quintana_


quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Willian Shakespeare

Sempre me sinto feliz, sabe por quê ? Porque não espero nada de ninguém. Esperar sempre dói. Os problemas não são eternos, sempre têm solução. O único que não se resolve é a morte. A vida é curta, por isso, ame-a! Viva intensamente e recorde: Antes de falar... Escute! Antes de escrever... Pense! Antes de criticar... Examine! Antes de ferir... Sente! Antes de orar... Perdoe! Antes de ganhar... Ganhe! Antes de render... Tente de novo! ANTES DE MORRER... VIVA! " Willian Shakespeare

Lindo por demais...sobretudo verdadeiramente o sentido da vida...humano...ser feliz respeitando a sua liberdade e a liberdade do outro...viver intensamente feliz na procura da felicidade de estar vivo e ser capaz de conquistá-la sem esperar...do outro o que você pode conquistar: Lídia.